Enquadramento Histórico
 


 

     O Externato Maria Auxiliadora e toda a sua obra educativa é da iniciativa do  Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA),  sendo por isso sua propriedade. O Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora é uma instituição religiosa feminina. Foi fundado por S. João Bosco e Santa Maria Domingas Mazzarello em 1872, próximo de Turim, no Norte da Itália. Exercemos a nossa actividade educativa em 85 nações dos 5 continentes.

 

    Em Portugal, o Instituto iniciou a sua missão educativa em 1940 na cidade de Évora. Actualmente, somos 130 Irmãs distribuídas por 14 comunidades em 9 distritos. Temos ainda 7 Irmãs Missionárias em Moçambique, 2 em Angola, uma no Brasil, uma na África do Sul e outra no Madagáscar

 

      No distrito de Viana do Castelo, mais precisamente no Externato S. João Bosco, já trabalhamos desde 1959. No Externato Maria Auxiliadora de Areosa, a primeira comunidade começou a trabalhar em 1976.

           

     Esta obra educativa começou por nascer no coração de uma senhora da terra, a D. Angelina Mª Sotto-Mayor Guimarães, que vivia preocupada com a educação da juventude. Convidou, por isso, a Congregação Salesiana que aqui foi dando corpo a um florescente Centro Juvenil denominado “Oratório Miguel Rua”. Este nome pretendia evocar, certamente, a passagem do Beato Miguel Rua, 1º sucessor de S. João Bosco, em Viana do Castelo. Esta obra animava, sobretudo, aos fins de semana, os rapazes da terra, com jogos, divertimentos variados e com um tempo de formação cristã. Os Salesianos ampliaram a casa construindo uma capela, duas salas de aula e balneários. Nos anos 70, os salesianos foram abandonando a obra e em 1975 cederam a casa e terrenos anexos às Salesianas, Filhas de Maria Auxiliadora.

A padroeira desta nova obra é Nossa Senhora Auxiliadora. Ela, segundo D. Bosco, é quem faz tudo na obra Salesiana e, por isso, a Ela se desejam entregar os projectos para esta terra. A Festa da Padroeira é celebrada a 24 de Maio.

A 24 de setembro de 1976, estabeleceu-se a primeira comunidade de Irmãs e abriu-se a escola com pré-escolar e 1.º Ciclo..

A 16 de Março de 1977, o Ministério da Educação concedeu paralelismo pedagógico à Escola, estabelecendo a lotação para 66 alunos da Infantil e 71 da Primária. Foi também concedido o alvará nº 2234.

Após algumas obras, no rés do chão do edifício 1, o mais antigo, a lotação passou para 75 alunos da pré-escolar e 77 da primária.

 

     Em 1980, concluiu-se a construção do denominado edifício 2 situado a Leste do terreno, confinando a Norte com o 1º edifício. Neste edifício construíram-se, no rés-do-chão, 3 salas de aula para a pré-escolar, um salão polivalente com palco, casas de banho e lavandaria. No 1º andar ficou localizada a residência da comunidade religiosa, secretaria e gabinetes da direcção. O terceiro andar ficou com algumas salas de apoio. Após estas obras, é de novo aumentada, por despacho de 12 de outubro de 1981, a lotação para 192 alunos (75 da pré escolar e 117 do 1º Ciclo).

 

     As exigências de qualidade vão aumentando e os pedidos de continuidade educativa vão sendo cada vez mais fortes. Decidiu-se a construção de um novo pavilhão a sul do terreno. Esse edifício denominado 4, foi usado pelo 1º Ciclo até que em setembro de 1999, ano no qual se dá início ao 2º Ciclo no Externato.

Por despacho de 21 de Fevereiro de 2000 a lotação ficou estabelecida da seguinte forma: pré-escolar – 75; 1º Ciclo – 50; 2º Ciclo 128. Foi concedido o paralelismo pedagógico para os 3 ciclos.

Em 2003-2004, por insistência das famílias, decidimos começar a dar passos para que, em 2004 -2005, iniciasse o 3º Ciclo do Ensino Básico neste Estabelecimento.

Em Setembro de 2004 iniciou o 3º Ciclo com uma turma do 7º ano. Foi extinto o 1º Ciclo e a lotação do 3º Ciclo foi fixada em 100 alunos, mantendo-se as outras condições do despacho de 21 de fevereiro de 2000.